Conheça o prazer na tela!

Conheça o prazer na tela!
Clique na imagem e tenha mais de 2.000 canais de tv em seu celular, tablet, notebook, computador e até em sua tv e ganhe dinheiro ao indicar amigos!

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Sentia meu grelinho doendo...porque ela chupava e mordia

sou uma mulher experiente...ja fiz de tudo o que alguém possa imaginar... mas esta experência foi realmente chocante...


Resultado de imagem para siririca gif


Eu vivia uma crise em meu casamento, meu marido havia se desinteressado por sexo e eu sofria com isto. Sou uma mulher que nasci viciada em sexo... adoro uma boa trepada... e com ele, isto estava cada vez mais raro.... vivia pela minha casa....louca de tesao... e me masturbava a toda hora... não podia ficar sozinha, que metia a mao na minha bucetinha...e fazia bem gostoso....até gosar. 

Tenho uma amiga,muito mais nova que eu...ela tem 18 e eu 35.... uma gatinha...que ainda nao sabe muito de sexo, e ficamos amigas mais por este motivo...  ela estagiava no hospital em que trabalho... uma potranquinha, branca, de lindos olhos azuis, e um corpinho de ninfeta. Seus peitinhos cabem em minha boca, e sua xaninha toda lisinha, rosada... com grelinhos, maravilhosos...eu a via sempre pelada...ela fazia muitas perguntas...e eu me sentia feliz em poder responder. até que um dia em minha casa, meu marido estava no trabalho, e eu sozinha em casa... fui pra o chuveiro....e me deu aquele tesao! comecei a enfiar o dedo na minha bucetinha e a senti molhadinha...
Resultado de imagem para siririca gif
Comecei então meu ritual, solitário e gostoso...não ouvi baterem na porta...era minha amiga...foi entrando e ouvindo o barulho do chuveiro se dirigiu pra lá. quando ela entrou eu nao percebi...só depois de algum tempo que a vi... com a mão na calcinha... se masturbando tamnbém...Aquilo me deixou louca de tesao...mas parei ,desliguei o chuveiro e me enrolei na toalha...falei pra ela tomar um banho...pra se acalmar...ela tomou uma ducha...se enrolou na toalha e veio ao meu encontro no quarto...com a cara mais linda do mundo...me pediu: 
- Faz de novo pra eu ver?? E eu disse que não, que não era certo...que ela devia procurar um rapaz da idade dela...e assim,conhecer o prazer do sexo...então ela falou: 
- eu pago o que você quiser, só pra vc deixar eu ver você se masturbar. Fiquei sem fala...ri sem jeito...tentei mudar de assunto...ela sentou na minha frente...pegou um talao de cheque e disse: 
- Quanto você quer? 
eu falei: 
- Nada...não posso fazer isto...ela pediu :por favor,so desta vez!? Então eu sentei...fiquei em uma cadeira na frente dela...estava com um vestido bem levinho, e sem calcinha...abri as pernas bem devagar....e realmente me senti muito tesuda, com aquela menina...me pedindo por uma coisa...que eu adorava fazer...e ela ainda queria me pagar...não aguentei...abri mais as pernas...e os olhinhos dela...ficaram vidrados na minha xana raspadinha...eu entao fui passando o dedo pela minha xaninha...que ja estava encharcada.....e me masturbei com tanto tesao...que gemia...delirava...fechei os olhos e imaginei uma lingua...passando....me provando...meu tesao era tanto que conseguia sentir tudo isto...quando abri os olhos...eu a vi...parada na minha frente...com a boca toda ocupada com a minha xaninha...



Ela sugava...mamava...como se aquilo fosse a coisa mais gostosa do mundo...eu me entreguei a isto....rebolava...mexia pra frente e pra tras na cadeira...e ela nao tirava a boca...sentir meu grelinho doendo...porque ela chupava e mordia....e eu nao aguentando mais....gosei...ela mamou...mamou....se lambusou...entao a peguei e a deitei na cama....coloquei uma venda nos olhos dela...e pedi pra ela ficar quietinha...e so sentir...dei uma beijo gostoso na boca dela...e fui descendo...cheguei nos peitinhos,que realmente couberam na minha boca...e os chupei...mordi os biquinhos ate ficarem vermelhos....suguei...ela estava louca...se mexia e gemia...gritava....continuei minha busca...passei pela barriga dando beijinhos,  e cheguei na sua grutinha,quente...macia e molhada...e beijei...lambi bem devagar...senti o gosto...entao ela me implorando...dizia:me foda...por favor...me foda!! e eu entao engoli a bucetinha dela....peguei os grelinhos entre os dentes...durinhos, deliciosos...e mordi...ela gritou..de dor e de tesao...entao comecei a chupar...chupar...e ela rebolva...enfiei o dedo no seu cuzinho...e ela nao se aguentava...falei: 


Resultado de imagem para siririca gif
- esfrega esta buceta na minha buceta sua putinha...vai...mexe gostoso...gosa na minha xana...e fui fudendo com o dedo aquele cuzinho apertado e gostoso dela....e ela gosou...entornou tudo na minha boca.....e eu gosei...de tanto tesao....nunca tinha imaginado fazer aquilo,mas foi bom demais...entao tirei o pano de seus olhos...e vendo aqueles peitinhos apetitosos,nao resisti...mamei neles por uns 10 minutos mais...e recomecamos tudo novamente...hoje em dia,nao me importo mais se meu marido me quer ou nao...eu tenho uma ninfetinha linda...que me da pleno prazer!!! 

********** Mulheres que queiram se corresponder deixe comentários abaixo!
Procuro mulheres femininas e decididas para uma brincadeira gostosa. Que queira curtir bons momentos de prazer e tesão, encontros casuais com liberdade, sem compromissos, sou totalmente liberal, Será a minha primeira vez com mulher. Não a homens e não a casais. Zap 21 983035604

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

mamilos com coração

Mulheres modificam mamilos para deixá-los parecidos com coração


Uma nova transformação corporal tem feito sucesso. Mulheres têm mudado o formato da auréola dos mamilos para deixá-los parecidos com um coração. A técnica é conhecida como "tittooing", segundo o jornal inglês "Daily Telegraph".

A tendência surgiu em Liverpool, na Inglaterra. De acordo com o jornal, o procedimento é semipermanente e consiste, com ajuda de tatuagem, em escurecer, ampliar e definir a auréola dos mamilos no formato desejado, no caso coração.

O procedimento leva duas horas e pode custar mais de R$ 5 mil para fazê-lo nos dois mamilos. Como não é definitiva, ELE PERMANECE POR um período de 12 a 18 meses. Por isso, é necessário fazer novas aplicações para restaurar caso a cor desapareça.

Apesar de a técnica ter ganhado destaque pela primeira vez em 2013, ela voltou a fazer sucesso nesta semana nas redes sociais após reportagem do site spi0n.com. No Twitter, vários usuários compartilharam fotos de "tittooing".

fonte: testosterona






sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Minha sogra - minha amante


Tenho 38 anos, casado atualmente a 10 anos com minha esposa Cristina (35 anos) sem filhos. Desde o casamento minha sogra Lourdes (59 anos)sempre aparece em casa, fica alguns dias, é viuva, e tem total liberdade de ficar em casa, minha esposa é filha unica, minha sogra, apesar da idade ter os seios meio caidos, se trata bem, é bonita, branquinha, cerca de 1,65 uns 60kg, se cuida até melhor do que minha esposa, e isso me cativou muito a amizade e carinho pela minha sogra.

A 5 anos atrás minha esposa precisou fazer um curso de gerência em uma cidade distante 400 km da nossa, viagem de 5 horas ou mais e duraria 1 semana, e ela resolveu fazer, seria a grande chance dela e dei todo apoio para ela fazer o curso. só que ela me disse que seria dentro de 2 dois que iria viajar, e eu estaria no trabalho e minha sogra iria levar ela até a rodoviaria.
Até ai tudo bem, mas houve um contratempo, e ela teve que antecipar e ir 1 dia antes, me ligou para avisar só que tinha saido da firma para tomar umas cervejas com o pessoal da firma, crente que mais tarde estaria com minha esposa em casa, e nesse caso minha sogra resolveu levar ela e mais tarde me contaria. E minha sogra disse para minha esposa que ficaria esses dias em casa para deixar arrumada, sabendo que sou desorganizado, e sentiria a falta de um café e comida feita na hora.

Tomei várias cervejas, estava meio alto e meus amigos me trouxeram e já era tarde da noite. Entrei devagar em casa para não acordar minha esposa, cheguei no quarto, percebi minha mulher deitada, não acendi a luz para não acordá-la, tirei a roupa, e ao deitar, sentir o perfume gostoso de mulher tomado banho a pouco tempo, estava de costas para mim, comecei a acaricia-la passar a mão devagar no seu corpo, estava meio alto pela bebida, mas o tesão começou a aumentar, o pau ficou firme, duro como uma rocha, levantei a camisola, puxei a calcinha aos poucos, tirei ela sem muita dificuldade, e resolvi pegar um gel KY lubrificante que sempre deixo na comoda, minha esposa sempre tem problema de lubrificação, e gosto de fazer surpresas de vez em quando, passei no cacete e comecei a enfiar por trás sentindo entrar na buceta devagarzinho e comecei um vai e vem gostoso durante minutos, estava uma delícia... 

Resultado de imagem para transando com a sograE ela continuava dormindo sem se mexer, e mexia nos seus seios, e lambia seu pescoço, me dando mais tesão ainda, até que comecei a esporrar. me refiz, esperei alguns minutos, meu pau continuava firme e resolvi comer o cuzinho da minha esposa que estava acostumado, passei mais gel no cacete e comecei a colocar com calma, não queria acordá-la, entro com um pouco de dificuldade, ela se mexeu um pouco mais acabou aceitando tudo, bombeei bastante e gozei novamente. Cansado depois dessa foda deliciosa abracei minha esposa, ficando bem colado, quase nús(ela estava de camisola, cai no sono, acordei de manhã, o quarto ainda estava escuro com as janelas fechadas, e procurei acordar minha esposa, mexendo com ela e deixando meu cacete meio duro entre suas pernas, quando de repente tomei um susto enorme, ela acendeu o abajur do lado dela e percebi que era minha sogra Lourdes, ela estava meia sonolenta devidos os seus calmantes que toma, e demorou a perceber o que tinha acontecido.

Ela tinha deixado minha esposa na rodoviaria, chegou em casa, tinha deixado a janta pronta, e como eu demorei e com os efeitos do remédio ela se deitou um pouco no meu quarto para assistir novelas confortavelmente na tv de 29 polegadas de controle novinha, a do quarto de hospede tem 14 polegadas já usada, e pegou no sono, e eu meio alto não percebi a diferença apesar da idade entre elas o corpo se parece um pouco.

Resultado de imagem para transando com a sogra
Quando ela percebeu que estava sem calcinhas, toda melada, ficou sem saber o que falar, pois tinha errado também em não ligar para meu celular e avisar da viagem antecipada, e agora o fato já tinha ocorrido, ficamos cerca de 10 minutos um olhando para o outro, e pensar no que falar, até que ela disse que apesar de estar meia sonolenta, percebeu a penetração, mas acreditava que era um sonho que estava tendo com o falecido, que estava gosto demais e não tinha como falar algo. Eu disse que adorava ela demais, era uma mulher muito especial, bonita, simpática, charmosa, mas não senti a diferença na cama, pensava que era a filha e não queria perder ela.

E minha sogra me surpreendeu ao falar que já aconteceu, e será um segredo entre nós, passou novamente a mão na buceta, continuava sem a calcinha cheirou meu esperma, e me perguntou o que senti.
Resultado de imagem para transando com a sograEu disse que foi uma transa deliciosa, mas não esperava que seria com ela, principalmente cometer um incesto, e nunca tinha traido a esposa com outra mulher, e minha sogra me disse que desde que o marido faleceu não tinha transado com ninguem, e agora não tinha o que falar, apenas aceitar os fatos.

E fiquei mais surpreso ainda, quando ela me fez uma proposta, que o fato ficasse entre nós, nem mesmo a filha saber disso, pois ela jamais entenderia essa situação e poderia arruinar o casamento e a união de mãe e filha, e se eu aceitasse que tivessemos um caso, pois assim o segredo ficaria entre nós, pois se sentiu atraida, desejada, e eu evitaria de ter uma amante fora de casa, era melhor ter a sogra como amante.


Resultado de imagem para transando com a sograFiquei surpreso, como não tinha opção aceitei, resolvemos tomar um banho juntos, ficariamos os dois durante 4 dias em casa sem minha esposa, e no banho começamos a se beijar, fazer carícias, e voltamos para cama, em um 69 delicioso, ela chupava meu cacete com desejos apesar dos 59 anos, e abri as pernas para que colocasse o cacete, fui colocando aos poucos, em um vai vem gostoso, a posição gosto de papai-mamâe, me levava aos céus, beijavamos como um casal de apaixonados, e gozamos como nunca, e ela disse que o cú estava ardendo um pouco por causa da noite (era virgem nessa parte) e resolvi meter nele novamente, passe KY novamente, enfiei no cuzinho devagar, agora o prazer era mais intenso, foi uma bela esporrada, e ela veio em cima, pra meter na buceta, cavalgar no meu cacete, e foram 7 dias de muito sexo (faltei nos dias de serviço para ficar com ela) peguei uma licença no trabalho.
Quando minha esposa voltou 7 dias depois não notou nada de diferente, e adorou quando sua mãe disse que ficaria em casa sempre quando ela viajasse para cuidar do genro, mal sabe ela que a mãe dela (minha sogra) agora é amante do marido. E esse fato começou em outubro, e temos esse caso até hoje (5 anos), e ela nunca percebeu, sempre dou uma escapada do serviço e me encontro com minha sogra na casa dela, antes de ir para casa. Um dia transo com minha sogra e outro dia com minha esposa, porque ninguem é de ferro, as duas no mesmo dia é demais para meu cacete que precisa trabalhar com calma. È uma experiência que quero manter por muitos anos.




quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Alunas Intimas

Olá! Sou Thayná, tenho 16 anos, morena, cabelos curtos castanho escuro , tenho 1,65 de altura e olhos castanhos escuros. Eu irei contar a minha primeira relação sexual com uma garota que é minha amiga de escola que conheci ano passado. Ela é branca, cabelos castanhos escuros, cintura fina, um quadril incrível e uma bunda espetacular. Todos os homens a desejam. Em um dia de aula , fomos dispensadas mais cedo e ela me chamou para ir à casa dela e eu cheia de intenções, e acredito que ela também porque já havíamos ficado antes e toda vez que ficávamos juntas era um fogo enorme que não tinha quem não notasse. 

Então, fomos para a casa dela, chegando lá começamos a conversar várias coisas, até chegar o assunto sobre “sexo”, e ela me contou como foram as suas experiências sexuais, e eu já toda excitada, imaginando como ela deveria ser gostosa sentando em uma rola dura cheia de prazer por aquele corpo lindo, comecei a passar a mão em suas coxas e vi que se arrepiou inteira e sorriu com uma cara de safada.

Continuamos a conversar, ela deitada com um  short pequeno mostrando quase tudo , fiquei louca e passei a mão naquela bundinha gostosa dela e falei :
_ Como você é gostosa!
Ela, com uma cara de vergonha, deitou o rosto na cama e me deixou alisá-la por um bom tempo. Depois fui até o ouvido dela e falei :
_ Posso chupar sua buceta? Eu te garanto que não irá se arrepender! E ela negou , falando que não estava preparada para uma relação sexual com uma mulher. Eu não desisti e fui logo no ponto fraco dela,comecei a beijar seu pescoço bem de leve e ela me falava pra parar querendo mais, e quando puxei seu cabelo ela levantou-se e foi até o banheiro e me deixou lá na cama, quando voltou pegou uma coberta e fechou as janelas e ficou tudo escuro. Eu, estava quase morrendo de tanta felicidade porque havia conseguido o que mais queria em toda minha vida, então ela deitou ao meu lado e começa a mexer no celular fingindo que não sabia de nada. Eu peguei o celular da mão dela e disse :
_ Se você quiser o seu celular de volta vai ter que me dar algo em troca.
_ Para com isso Thayná , me devolve o celular!
_ Não!  Você tem que me dar algo em troca.
_Então eu vou dormir.
_Tá bom então.

Ela se vira com aquela bunda empinada me chamando , comecei a acariciar-la e tirei o short dela e vi aquela linda bunda com uma calcinha pequena socadinha, dei um beijo bem gostoso e ouvi um suspiro, comecei a passar a mão sobre a bucetinha dela , ela abriu as pernas e eu passava a mão mais forte ainda,até que não agüentei mais e tirei a calcinha dela e a blusa e comecei a chupar seus peitos com todo gosto , fui descendo dando vários beijos pelo corpo dela ate chegar naquela bucetinha que estava melada de tanto tesão. Com uns beijos e mordidas leves ela começa a passar a mão em seus seios. Não me agüentei e fui e dei uma chupada que ela se contorceu inteira.

Depois de várias chupadas naquele grelo saboroso, comecei a lamber e quando percebia que ela iria gozar eu lambia mais rápido, ela fechava as pernas prensando minha cabeça ela gemia bem baixinho e ofegante, depois que gozava eu lambia bem devagar, mas depois enfiei meus dedos nela e a senti toda molhadinha , quentinha e pulsando. Comecei a meter meus dedos bem rápido fazendo com que ela gemesse muito e chupando ao mesmo e em questão de segundos ela gozou novamente.
Eu já estava  com muito calor, tirei minha roupa e fui me masturbando enquanto chupava aquela buceta gostosinha, chupei ela até eu gozar e logo em seguida ela gozou novamente. Fui até a boca dela, dei um beijo e disse:
_ Nunca esquecerei esse dia!
Vestimos a roupa e fomos para rua , e depois desse dia nossa amizade ficou melhor do que antes, e todo nossos amigos que sabem o que fazemos morrem de inveja.




Dei para o carteiro em casa

Sempre gostei de contos eróticos. Até que um dia realizei um próprio. Eu moro só em um quarto e cozinha, e um dia bem quente eu estava no pc lendo um conto erotico e o carteiro veio entregar uma mercadoria comprada na net, eu gentilmente pedi que ele entrasse, pois eu tinha que assinar a nota, ele ficou sem jeito, mas entrou e pediu um copo com água, eu o deixei no quarto e fui pegar a água e quando voltei ele estava lendo o conto no pc, ele estava em pé e deu pra eu ver que ele estava de pau duro, meio sem graça ele disse que gostava dos contos também e estava lendo, quando ele foi pegar o copo ele segurou minha mão eu tremi todo pois tava exitado também, e ele me perguntou:

Resultado de imagem para homem carteiro negro 
- Quer fazer ali e com ele um conto... eu quase morri, pois ele era um negão lindo charmoso, e sem demnora, fui pegando em seu pau por cima da calça que estava duro como uma vara, ele deu uma risadinha safada e eu o abraçei. 
Fui abrindo o ziper da calça dele quando vi uma cueca linda, baixei minha calça e comecei a lamber o pau por cima da cueca e ele viajou se encostou na parede e disse nãofaz isso nao, chupa logo vai... eu continuei fazendo carinho e fui tirando a cueca quando vi um pau enorme grosso e cabeçudo começei a chupar como um louco ele delirando e forçando a minha cabeca contra o seu pau maravilhoso, quando eu vi que ele ia gozar parei de chupar e ele se aretou, pois queria gozar na minha boca e eu disse que nao, eu queria mesmo era que ele me comesse, ele gostou, eu peguei uma camisinha coloquei nele, que em pé ainda abriu meu cuzinho que tava piscando. 
Resultado de imagem para negro comendo uma bunda branca
Falei bota devagarinho e bem gostoso, ele estava doido e foi enpurrando, a cabeça entrou, que cabeça bem grande e gostosa, foi forçando,forçando e eu nao estava aguentado, pois era grande e grosso de mais, mas tambem nao queria perder aquela foda de um momento de loucura e disse:
- Vai gostoso,  me fode do jeito que você quiser, me lasquei todo, ele enpurou o resto do cacete dele com toda a força, quando dei um grito mas de prazer do que de dor, pois o tezão era tão grande que a dor foi pro espaço ele me colocou de 4 e fudeu com tanta força e bem gostoso que eu ja estava com as pernas fracas, 
Resultado de imagem para negro comendo uma bunda branca gif
ele deu um grito bem gostoso quando em seguida, senti ele gozar dentro de mim, ele gozou tanto que senti a camisinha estourar foi um tezão tão grande que eu gozei sem nem pegar no meu cacete, eu e ele não aguentamos e caimos em cima da cama suados e realizados de uma trepada do caralho, ficamos alguns minutos deitados, quenaod ele disse que nunca fez uma entrega tão gostosa daquela, e que quando tiver entrega no meu endereço, vai fazer questão de vir entregar... Isso aconteceu hoje: sabado dia 15 de outubro 2016 às 08;30 e eu não poderia deixar de contar essa maravilhosa história que aconteceu comigo valeu.





Quer conhecer pessoas  liberais de sua cidade?
Acesse http://www.listaliberal.vai.la e faça parte!
Curta https://www.facebook.com/Lista-Liberal-160958271016783
Informações: whatsapp 21 98303-5604
Envie seu conto pelo e-mail: ssvoliveira@yahoo.com.br

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Eu e minha comadre.

A minha comadre é uma morena com cabelões, que vive de shortinho mostrando as pernas e a barriga sarada, um espetáculo de mulher!!
Esses dias ela me ligou, perguntou se eu estava ocupada e se eu queria ir pra lá, mais que se fosse levasse umas cervejas, como era de costume, para a gente beber no portão, nem liguei, comprei 5 garrafas de litro e fui chegando lá, ela estava arrumando casa com um vestidinho sem calcinha, fez questão que eu visse, fiquei quieta, começamos a beber e as crianças (ela tem 3) no quintal brincando com a mangueira d'agua, começamos a ficar ''alegres'' por causa da bebida e ela toda hora se insinuava pra mim e eu quieta, até a hora que ela pediu pra eu fazer uns aperitivos pra gente, fui até a cozinha cortar a calabresa e imaginando loucuras já. Até que ela veio ao meu encontro e começou a falar da linguiça que era grossa e eu rindo, mais ai ela foi e falou:
- ''Quer ver uma coisa mais grossa?'' 
Eu fiquei curiosa com o que poderia ser e aceitei ver. veio ela com um consolo de borracha a aparência era de pênis de verdade, eu olhei e disse: - ''que isso minha amiga? Sabe que quando bebo fico mais atiçada'' ela disse: 
- É mesmo lambeando o beiço? 
Aquilo já subiu um tesão louco, ela foi e mandou eu encostar no balcão da cozinha que ela ia botar em mim, a principio fiquei preocupada por causa das crianças aparecerem, mais logo me rendi ao pedido dela no pé no meu ouvido, encostei no balcão e abri as pernas pra ela, meu short era de tecido mole e a minha calcinha de elástico, ela botou eles para os lado, cuspiu no consolo e penetrou bem devagar na minha xota que a essa altura estava lambuzadíssima... 
Ela olhando nos meus olhos com cara de puta já, eu louca de tesão naquela vagabunda, até que uma das crianças veio chorando, imediatamente ela parou e eu voltei pra pia escorrendo todo aquele mel quentinho pelas pernas, foi aí que ela teve a ideia de mandar a mais velha pra casa da bisavá, colocou o caçula pra dormir e o do meio ficou lá fora. E começou a putaria gostosa!!! Ela me botou no sofá e começou a me chupar e enfiar o seu consolo em mim, eu gemia louca de tesão, foi quando não aguentei e dei um urro, estava gozando no consolo e na boquinha maravilhosa dela, foi uma delicia!! Aí eu falei:
http://67.media.tumblr.com/4039958ed7fc9919d2fa884e7a135b0c/- ''Minha vez agora'' botei ela no sofá com a xota bem abertinha e comecei a passar a linguiça lentamente no grelinho dela que nessa hora estava durinho mostrando que ela estava morta de tesão, foi aí que fui aumentando a intensidade das linguadas naquele grelo e no cú dela, a super puta ficou gemendo e puxando meu cabelo, me xingando de piranha, vagabunda... eu escorrendo de tão molhada que estava. Continuei alucinada a chupar aquela xota carnuda, coloquei o consolo na xota e fui lentamente dedando o cú dela fazendo a piranha gritar de tesão! Até que ela não aguentou e avisou que ia gozar, era pra eu colocar devarzinho o consolo, ela foi dando pro pau como se tivesse quicando num pau de verdade, e eu chupando aquele grelo dela e ela começou a ficar mole gozando... Eu fiquei louca com aquilo! esperei ela se recuperar, olhei no fundo dos olhos dela ''POSSO CONTINUAR??'' 

Ela lambendo os beiços afirmou com a cabeça, então eu coloquei ela de pé, só com uma perna no sofá e comecei tudo lentamente... aí veio o filho e paramos, ela colocou ele pra dormir, mais me olhando, ela colocou ele na cama, quando ela voltou já estava me tocando e chupando aquele consolo sentada no chão, ela veio e jogou a buceta toda enlambuzada na minha cara, fui lambendo e chupando aquele liquido sem deixar nadinha pra traz e ela rebolava na minha cara com aquela xota maravilhosa... foi uma tarde incrível, nunca imaginei fuder aquela xotinha daquele jeito! 
Na práxima eu conto como foi a segunda parte, sendo que a segunda incluiu um homem!! Outra historia maravilhosa!! Espero que tenha gostado e aproveitando pra tocar se bastante!!

Vida sexual livre é caminho para ser feliz!!!

Embora seja muito jovem e tenha optado por uma orientação sexual diferente daquela que é a norma mais aceite numa sociedade machista onde a descriminação é um dado conhecido, não quer dizer que seja uma mulher que não fale ou não discuta qualquer vertente sexual.  A bissexualidade é uma realidade dentro do sexualismo e daí eu aceitar como aceito todas as outras áreas de bom grado, respeitando a opinião de cada uma das amigas ou dos amigos que fazem o favor de me ler.

Existe quem defenda, onde me incluo, que a vida sexual presa a uma determinada opção pode causar desconforto a nível emocional. Será respeitável a decisão de quem se assume por exemplo heterossexual e não admita um dia participar ou ter outra experiência diferente? Claro que sim. 
Será lésbica ou gay aquela ou aquele que um dia teve uma experiência mais intima com alguém do mesmo sexo? É muito discutível e eu não aceito que assim seja. 
Sendo assim um abraço ou um beijo mais terno, mais profundo, mais carinhoso, pode levar a que seja um sinal de homossexualidade? Será que alguém que se encontre, ao fim de algum tempo de não se verem, sendo amigas ou amigos. se derem um beijo na boca, têm de ser homossexuais? 

Hoje decidi escrever desta forma aberta e sincera no intuito de alertar mentes mais fechadas, que alguém se assumir como lésbica, gay, bissexual, ou ter outra qualquer orientação sexual, não é doença, mas sim um gosto pessoal, um desejo forte que se apodera do nosso corpo que reaje a certos estímulos. Existe até quem diga que não se ser heterossexual é um desvio mental, uma doença de cabeça. A homossexualidade sempre existiu na sociedade desde os primórdios da humanidade. Não foi nos tempos modernos que essas referências surgiram. 

A sociedade rege-se por padrões sociais e morais onde os dogmas são mais individuais, mas que na troca de ideias se tornam colectivos. Felizmente que as mentalidades estão a mudar e hoje em dia dar um beijo na rua, na boca, a um elemento do mesmo sexo, embora muita gente reprove, já não é um "crime lesa sociedade" como já foi noutras eras, bem recentes, do tempo. Muito falta dizer. Talvez um dia destes volte ao temo com mais conteúdo. 

Espero agora a vossa opinião sobre o que escrevi. Vamos todas e todos escrever o que se pensa sobre os factos acima descritos? Sou toda olhos e ouvidos.

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Controlado pela esposa após flagrante de calcinha


Esta é uma história de como minha esposa me pegou fazendo minha diversão favorita, para então assumir o controle da situação e me humilhar em uma inversão de papéis para satisfazer a ela e a meus desejos ocultos! Foi no ano passado.

https://scontent-gru2-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/Tudo começou num daqueles raros dias em que eu iria trabalhar em casa e minha esposa tinha planos de fazer comprar com amigas a maior parte do dia. O trabalho estava acabando comigo e eu estava numa séria necessidade de um momento de lazer. Assim que eu dei tchau pra minha esposa, eu corri para o quarto para abrir sua gaveta de calcinhas. Eu sempre amei a visão e a sensação de um par de calcinhas de cetim e tinha desejos de usá-las com mais frequência recentemente. Eu não tenho certeza se era a minha maneira de lidar com pressões relacionadas com o trabalho, ou o lado fantasioso que sai de mim, mas eu sabia que me vestir de roupa íntima de mulher era bom e eu estava pronto para usar uma calcinha mais uma vez. Eu escolhi a minha favorita, uma calcinha rosa de cetim estilo biquíni com um lacinho no centro do cós. Ajeitei meu pau pequeno muito bem e a calcinha encaixou legal nas minhas nádegas. Ficou lindinha!


Comecei a surfar em meus sites pornográficos favoritos. Eu tenho um gosto muito diversificado em pornografia desde os peitos saltitantes habituais e pintos dentro de uma bela bunda, menina com menina, e meninas compartilhando um mesmo homem. Eu amo também uma mulher forte assumindo o controle das atividades sexuais com direito a uma bela inversão de papeis. Eu não me oporia de ser dominado por minha esposa ela usando um grande e bonito strap-on para preencher o meu rabo com seu talo. Desde a adolescência, vi que a internet tem muito a oferecer! rsrs

Achava que eu tinha uma hora de diversão antes de minha esposa voltar. Comecei a bater uma punheta encostando na calcinha fazendo com que meu pau endurecesse, e em segundos gozei meu líquido cremoso que ficou reunido na ponta do meu pau. E depois, eu corri o dedo nele e trouxe a porra para a minha língua. Enquanto eu saboreava o gosto do meu esperma quente cremoso, fui colocado de volta à realidade por um som inesperado - "CLICK!"

Eu imediatamente me virei para a porta para ver o que era com o dedo ainda na ponta dos meus lábios.

"CLICK!" O som foi repetido seguido por uma voz muito familiar.

"Como é que é? O viadinho do meu marido gosta de usar calcinha e engolir porra?" disse a voz da Vanessa.

Meu coração sobressaltou do meu peito e meu rosto deve ter corado em 10 tons de vermelho enquanto eu estava sentado lá vendo minha esposa tirando fotos de mim com seu telefone celular. Eu estava somente vestido de calcinha, com minha própria porra na boca, completamente envergonhado e não sabia o que fazer ou dizer.

Resultado de imagem para homem de calcinha cor de rosa"O que você está fazendo em casa, eu pensei que você fosse fazer compras", eu disse tentando agir com naturalidade, mas fazendo um trabalho muito mal feito.

"Bem, você não está na posição de fazer as perguntas aqui mocinha, digo mocinho", disse Vanessa desdenhando e tirando outra foto antes de dobrar os braços sobre o peito e virando a cabeça em descrença.

"Aconteceu que eu esqueci seu cartão de crédito para eu poder gastar. Assim, antes de sair do bairro, eu parei, dei meia volta para buscá-lo antes de ir ao shopping. Agora, talvez você possa explicar por que você está sentado com seu pau mole de porra vestindo a minha calcinha cor de rosa?"

Eu continuei sem palavras ficando lá olhando para ela, minha dureza desaparecendo de vez, e sem quer lambuzando a calcinha da minha esposa de gozo.

"O que há de errado Cris, o gato comeu sua língua meu bem? Talvez eu devesse convidar minhas amigas aqui e deixá-las ver o mariquinha de marido que eu tenho. É isso que você quer?"

"Olha querida, eu sinto muito, eu estava apenas me divertindo um pouco e não era minha intenção ofendê-la," eu disse.

"Nós conversamos mais tarde quando eu voltar. Porém, eu quero que você continue com a minha calcinha e quando eu chegar quero a casa limpa. Se você vai se vestir como uma garota, você vai ter que agir como uma. E aproveite para pegar um sutiã rosa com bojo na minha gaveta pra combinar com seu estilo. Eu quero te ver com a marquinha bem forte da calcinha e do sutiã quando eu voltar, entendeu menina? " , perguntou ela.

"Sim", eu disse abaixando a cabeça.

"O que, eu não te ouvi, garoto de calcinha", ela disse com uma voz alta.

"Sim, querida, cumprirei suas ordens," eu disse. 

Minha mulher riu, virou-se e saiu de casa para o carro. Eu só podia rezar para que ela não dissesse uma só palavra sobre o que aconteceu com as amigas. Mas sabia que seria em vão. Nosso casamento era muito monótono, e eu era considerado um capacho da minha esposa há bastante tempo, mesmo ganhando mais que ela.

Eu desliguei o computador, vesti o sutiã do conjuntinho e comecei a limpar a casa conforme as instruções. Não sabia que era tão difícil serviços domésticos!! Limpei os cômodos, lavei o banheiro, cozinhei meu almoço etc! Fiquei acabado após algumas horas! Só então eu ouvi um carro parar e olhei pela janelinha para ver quem era. Era a minha esposa e suas amigas! Eu entrei em pânico. Instintivamente e de um jeito bem feminino, cruzei os braços para tampar meu peito com o sutiã. Vanessa saiu do carro e pegou algumas sacolas no porta-malas. Para minha sorte, duas amigas de Vanessa saíram do carro dela e foram para outro embora com mais duas amigas. Voltei para a sala e sentei no sofá vestindo apenas o conjuntinho à espera de ver o que ela faria comigo em seguida. Ela entrou com uma série de pacotes e ficou ali olhando para mim sentado no sofá.

"Onde está o jantar?", Perguntou ela.

"E..., eu não sabia que eu deveria fazer o jantar", disse.

"Levanta sua bunda de menina do sofá e vá pra cozinha nos fazer um jantar, enquanto tomo banho e me preparo para a festa de hoje à noite", disse ela carregando suas malas para o quarto.

Eu fiz frango grelhado e alguns legumes e arroz enquanto ela esvaziou as malas e tomou banho. Quando ela terminou, eu a vi levando um saco grande de alguma coisa para o lixo antes de se juntar a mim na cozinha. Ela estava vestida com um simples short de algodão branco e uma camisa bem masculinos. Eu podia sentir meu pau começando a endurecer dentro da calcinha enquanto eu servia o jantar e a vi abrindo uma garrafa de vinho. Jantamos e terminamos a garrafa de vinho. Mas minha esposa abriu outra garrafa e me mandou que eu tomasse ela inteira e rápido. Fiquei bastante tonto com as garrafas de vinho e eu sabia que teríamos uma noite interessante.

"Eu quero que você tome banho e depile todo o pelo das axilas, do peito, dos braços e das pernas", disse ela.

Tomei banho e após uma hora, limpei todo o cabelo do meu corpo. Deus, que dor! E pensar que as mulheres fazem isso regularmente. Quando eu terminei, puxei a cortina do chuveiro de volta e peguei minha toalha para me secar. Quando eu estava secando, notei que minha esposa havia colocado algumas roupas no balcão do banheiro. Peguei e vi que era uma calcinha vermelha fio-dental, uma cinta-liga preta e meias 7/8 pretas. Eu não podia acreditar no que eu estava vendo.

"Você está brincando né?" Eu gritei para fora da porta do banheiro.

Ela caminhou até o banheiro bebendo seu vinho e começou a esfregar sua mão pelo meu corpo sem pelos. "Meu Deus, como está agradável e suave", disse ela. "Não, eu não estou brincando e pelo tamanho do seu clitóris crescendo, eu não acho que você realmente se importa tanto em se vestir de mulher. Se vista e vá paro o quarto -. Eu estarei lá em cinco minutos."

Eu tive problemas pra enfiar meu pau na calcinha vermelha pequena. A meia e o espartilho caíram como uma luva no meu corpo nu, mas a cinta-liga era completamente estranha para mim e tive dificuldade para colocar. Mas eu finalmente descobri e me sentei sobre a cama como a minha mulher tinha mandado. Sentei-me ali por alguns momentos admirando minha roupa feminina antes de ser trazido de volta à realidade pelo que agora já está muito familiar som de "CLICK".

"Menina, seus amigos tinham que te ver agora !", disse ela terminando o vinho em seu copo. "A partir de agora, eu mando nessa porra de casa e se você não me obedecer, compartilho todas essas fotos lindas com seus amigos e familiares que irão saber que você é um viadinho de calcinha e espartilho!!"
https://scontent-gru2-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/
Fiquei sem reação. A chantagem era absoluta. Ela puxou algo fora do saco que estava em sua penteadeira. Ficou claro que o que ela tinha puxado para fora do saco era uma réplica bastante grande de um pênis ligado a uma strap-on. Ela prendeu o pênis nos quadris e deslizou os quadris sobre mim e começou a esfregar o consolo nas minhas pernas cobertas pela meia-calça. Meu pau começou a esticar a calcinha vermelha pequena.
"Querido do céu, eu nunca vi o seu grelinho tão grande e cheio de emoção. É a roupitcha que eu escolhi para você ou é o meu piru esfregando nas suas pernas? Eu sempre soube que você era um viadinho e os pornôs que você colocava pra gente ver não eram apenas para nos dar tesão, mas sim pra você ficar babando no pau dos outros!" falou ela e soltou gargalhadas.

Ela continuava a esfregar seu pau entre minhas pernas mas tirou do armário outra coisa.

"Temos só que dar um jeitinho nos seus lábios, caso contrário sua boquinha não vai ficar tão macia para o que eu quero que você faça, querida", ela disse, enquanto aplicava um pouco de batom vermelho nos meus lábios. ". Uau! Combinou com a sua calcinha de putinha!! Que doce!", ela disse pegando seu telefone celular para uma outra foto- "CLICK!"

"Eu quero que você agora envolva seus lábios vermelhos quentes em volta do meu bebê grande. Você quer fazer isso não, querida?" , perguntou ela.

Eu só balancei a cabeça.

"O quê? Eu não ouvi você, querida. O que é que você quer? Diga-me menina, o que você quer fazer?"

"Eu quero chupar seu pau grande", eu disse timidamente.

"Agora sim menina, então vem até aqui e me mostrar o quão você realmente quer chupar meu pau", disse ela.

Resultado de imagem para sexo oral imversao gif
Eu fui pra perto das pernas dela até que eu estava diretamente sob o seu grelo incrivelmente real. Ela agarrou minha mão e apontou-a para o grelo. "Pegue em baixo, lamba um pouquinho da parte sensível da cabeça do meu pau antes de devorá-lo com a sua boca", ela instruiu.


"É isso aí vadia, lambe de cima pra baixo todo o comprimento do meu pau enorme, pra eu me sentir bem! Agora abre bem a sua boquinha de boqueteira para que eu possa entrar com tudo na sua boca faminta"

Eu fiz o que foi instruído e ela colocou a cabeça inchada de seu grelo na minha boca no momento em que eu, instintivamente, envolto meus lábios em torno dele."CLICK!" outra foto para o arquivo de chantagem. Ela deslizou mais seu pau na minha boca e tirou fotos mais umas vezes entrando e saindo dos meus lábios famintos, antes de removê-lo completamente. Acabei olhando pra ela como se ela tivesse tirado um doce de uma criança.

Resultado de imagem para sexo oral imversao gif
"Agora, eu quero ter certeza de que o comprimento total do meu grelo vai até a sua garganta", disse ela. Eu não estava muito certo se uma garganta profunda seria prazeroso pra mim ou não, mas concordei com seus desejos. Ela agarrou a minha cabeça e inseriu com tudo o seu grelo enorme entre meus lábios. Confesso que engasguei! Quando ela retornou a pro ritmo de vai e vem comum, ela agarrou meus mamilos e torceu. Fui aos céus!
"CLICK!" Eu estava acostumado com esse som a essa altura do campeonato e foi realmente gratificante saber que toda a diversão esta estava sendo registrada.
"É isso que você gosta né boqueteira, chupar o meu pau e deixa-lo manchado do creme do batom e molhado da sua baba de puta para que ele entre com mais facilidade no seu cuzinho", disse ela, e ela aumentou a profundidade e intensidade de seus impulsos. Meus olhos se arregalaram quando ouvi essas palavras, pois entrar este consolo enorme no meu cú não estava em meus planos.

Minha esposa tirou o pau da minha boca e disse "Levante-se e fique de quatro puta, eu vou estourar o seu rabo", disse ela.

"Ei, isso eu não quero", eu protestei.

"Cale a boca e assumir o seu lado mulher boqueteira! Ao menos que você queira se mostrar ao mundo como um menino de calcinha, espartilho e batom que chupa pau, o que você não passa de um", ela deixou claro.
Pensei: "Foda-se, não tem jeito. Eu estava fudido, ou seria em poucos minutos".

Virei-me e fiquei humilhantemente de quatro só para ouvir aquele som familiar de novo - "CLICK!" Minha esposa pegou lubrificante anal em sua gaveta (o mesmo que eu usava pra comer o cú dela) e começou a lubrificar o seu grelo. Ela então chegou na cama e se posicionou em pé atrás de mim.

"Eu vou te foder e te fazer mulher, do jeito que você está", disse ela puxando minha calcinha de lado e colocando a ponta dura do seu grelo molhado na minha abertura virgem. "Olhe para o seu grelinho pulsando antes mesmo de eu entrar", disse ela, "você é uma puta desobediente, mas no fundo é o que você sempre quis, né, viadinho?"

Senti a pressão de seu impulso entrando na minha abertura e tentei relaxar para ficar mais fácil pra mim. Um segundo depois, senti a penetração inconfundível da cabeça do consolo introduzindo no meu cuzinho apertado. Ela foi avançando muito lentamente o seu grelo grosso na minha bunda, puxando-o de volta antes de deslizar para a frente de novo um pouco mais fundo a cada vez. Uma vez que entrou plenamente, parei de sentir dor, por causa do gel anestésico que tinha um efeito muito rápido. Ela parou por um minuto para que eu pudesse me ajustar à sua espessura. Enquanto ela fazia isso, ela chegou em mim e agarrou meu pau duro.

Resultado de imagem para sexo oral imversao gif"Oh, olhe o quão molhadinho tá seu clitóris querida, você está, obviamente, aproveitando cada centímetro do meu grelo enorme na sua cucetinha, não é?" , perguntou ela. 

Não havia como esconder a minha emoção, eu estava latejando meu pau incontrolavelmente, agora que eu estava acostumado a sua espessura.
"Tá com tesão é!. Vou empurrar para trás e pra frente minha pica dentro da minha putinha no cio. Você quer este pau? Eu vou te dar este pau", disse ela empurrando seu grelo profundo em minha bunda. "CLICK - CLICK - CLICK"

Ela pegou um lado da minha cinta-liga e começou a me foder bem rápido, chegando até minha próstata. Eu estava pronto para gozar quando ela de repente parou e tirou. Que diabos eu pensei.

"Deite-se de costas", disse ela, "Eu quero ver seu rosto enquanto eu tiver fodendo seu rabinho." Ela retocou meu batom e ficou na beira da cama enquanto eu me arrastei deitado de costas até ela. Eu levantei minhas pernas para que ela tivesse acesso ao meu túnel do amor e ela satisfez meu desejo, preenchendo-o com o sua pica enorme. Não demorou muito para que ela voltasse num ritmo gostoso. Enquanto ela me fodia, ela acariciava meu pau por cima da minha calcinha sexy. Isso foi o suficiente para eu explodir um fio de esperma quente sobre o meu peito e também no meu rosto e lábios. "CLICK - CLICK - "Eu realmente não me importava mais com a humilhação. Eu estava completamente gasto e satisfeito", pensei.

"Bem, nada mau para uma virgem", disse ela, "mas eu tenho certeza que você vai ficar melhor praticando mais. E se você for realmente boazinha comigo, talvez eu serei gentil o suficiente para arrumar um macho de verdade pra você. Eu aposto que minha putinha gostaria que eu trouxesse pra casa um bom negão para eu compartilhar com você, né? Você ia gostar de ser meu marido corninho e depois a putinha do meu negão, né?"

Ela me mandou me limpar, enquanto ela se preparava pra dormir. Eu fiz como instruído e voltei para o meu armário para me trocar antes de dormir. Quando eu abri minha gaveta, fiquei chocado ao ver que só havia lingerie lá.

"Ei, o que aconteceu com minhas cuecas e com meu short de dormir?", eu protestei.

"Você tem agora uma gaveta cheia de roupas íntimas lá querida, o que você está falando?", disse ela, inocentemente.

"Só há calcinhas e camisolas aqui", eu disse. "Que diabos eu vou fazer quando eu tiver que ir trabalhar, ou na academia, ou em médico?" Eu perguntei.

"Você deveria ter pensado nisso antes de ser pego usando calcinha", disse ela. "De agora em diante, você só vai usar calcinha por baixo da sua roupa e quando me der na telha, sutiã também. Se eu encontrar você vestindo outra coisa, eu vou compartilhar todas essas fotos no meu face com todos que nos conhecem", disse ela com um sorriso.

Totalmente incrédulo, escolhi uma calcinha e um baby doll azul e coloquei antes de ir pra cama com minha esposa. Ela se aconchegou em mim e esfregou sua mão na minha bunda por cima da calcinha antes de dizer o quanto ela sempre quis dormir com outra garota e essa noite era a noite. Ela me beijou no pescoço, antes de cair em sono profundo.



Sacanagem no onibus

Olá o meu nome é Cecília (OBS:Comentem que eu dou meu face!), tenho 19 anos, sou uma garota branca, tenho cabelos loiros e lisos, tenho uma bunda grande, seios fartos e pernas grossas. Todo dia que eu ia para a faculdade, pegava o mesmo ônibus, LOTADO, e sempre tinha uns engraçadinhos que se aproveitavam da situação e pegavam na minha bunda de propósito quando o ônibus balançava, e tem outros que quando eu vou de saia ficam fotografando e filmando a minha calcinha.

Resultado de imagem para calcinha dentro do onibus
Até que certo dia, quando eu ia para a faculdade, eu vesti um vestido branco com detalhes pretos que bate nos meu joelhos, quando cheguei no ônibus, procurei lugar para sentar mas não encontrei então fiquei em pé. Depois de alguns minutos, percebi que um tarado filmava minha calcinha branca, eu deixei, pois não tinha nada de mais, até que senti ele pegando na minha bunda por debaixo do vestido, olhei para trás e vi um homem bem gato com o rosto angelical, uns 20 anos todo musculoso, rindo baixinho, eu não fiz nada, ele levantou minha saia , afastou minha calcinha branca e enfiou um dedo no meu cuzinho, eu dei um gritinho de leve, mas não queria fazer escândalo, pois não queria ficar com fama de "Olhem a garota que foi assediada do ônibus", até quem emfim chegou o meu ponto, tirei a mão dele, ajeitei minha calcinha branca e desci do ônibus. Na faculdade fiquei pensando nele, e me deu muito tesão. 

Na saída da faculdade fui de carona com minha miga (como sempre).
Resultado de imagem para calcinha verde dentro do onibusNo outro dia, vesti uma saia azul marinho com listra verde, e uma calcinha verde, eu odiava essa calcinha, pois ela se perdia na minha bunda, entrava todinha, eu tinha que ficar tirando ela do meu cu o tempo todo, e os tarados adoravam ver eu tirando a calcinha do cu, mas era a única que não estava seca no meu banheiro, pois a calcinha branca daquele dia ficou toda molhadinha, vesti e fui para a faculdade.

Quando cheguei no ônibus, avistei ele, ele se aproximou e já foi levantando minha saia e pegando no meu bumbum, eu deixei, pois adorava uma massagem no bumbum , depois ele enfiou a calcinha junto com o dedo dele no meu cu, eu estava quase gozando, e ele continuou até que meu ponto chegou, eu estava com muita vontade de dar pra ele, por isso dei o numero do meu celular pra ele. quando terminou a aula na faculdade, o meu celular tocou, pensei que fosse minha mãe querendo falar alguma coisa pois ela estava viajando com meu pai, quando atendi ouvi uma voz de macho falando: Oi gostosa do ônibus. eu ri e falei oi, ele perguntou se eu queria encontrar ele na casa dele, eu aceitei, mas falei que hoje não daria, só amanhã depois da faculdade, ele disse ta bom. Eu contava os minutos para chegar o outro dia.

https://uploads.disquscdn.com/images/
Quando eu acordei, vesti uma calça jeans e fui pegar o ônibus, entrei no ônibus e avistei ele, ele se aproximou (como sempre) e viu que eu estava de calça, então enfiou a mão dele dentro da minha calça e da minha calcinha verde e enfiou um papel no meu cuzinho junto com 2 dedos e puxou minha calcinha verde pra cima para que o papel não caísse, entrando no meu cu, depois falou no meu ouvido: Não vá se esquecer. Quando eu saí do ônibus fui no banheiro, abaixei minhas calças junto com a calcinha, tirei o papel do meu cu, quando li, percebi que era o endereço da casa dele, fui para a faculdade. Quando acabou a aula pedi pra minha amiga me deixar na "Casa da minha avó" (na casa dele), quando cheguei lá, toquei a campainha, ele abriu a porta, e já foi me agarrando e me beijando, quando agente subia as escadas pro quarto dele, ele arroxava meu bumbum, deitei na cama dele de bruços e ele montou em cima de mim encostando aquele cacete sobre a calça no meu cu, ele abaixou suas calças, na hora de abrir o zíper da minha ele puxou com tanta força que quebrou, nem tirou minha calcinha, enfiou o pau dentro do meu cu junto com a calcinha, até que rasgou, era enorme, tava doendo de mais, tinha uns 25cm, eu gemia muito, e também gozava muito, depois ele meteu na minha buceta, e ficou indo e voltando, enquanto isso ele enfiava quase a mão toda dele no meu cu, para eu parar de gemer, pois eu gritava bem alto, depois ele meteu na minha boca, aí agente parou.

Tomei banho com ele lá, eu tomei no cu de novo, meu cu já estava doendo quando eu ia vestindo minhas roupas, não consegui fechar o zíper, lembrei que ele tinha rasgado, e pensei: e agora? como vou voltar para casa como zíper aberto, perguntei pra ele se ele tinha alguma calça para mim, mas minha cintura é fina, não cabia nem uma, mas vesti a folgada assim mesmo, e fui pegar o ônibus de volta para casa.
Quando cheguei no ônibus era umas 11 horas da noite só havia duas pessoas, uma velhinha e um moço bem bonito também, quando eu me virei para sentar a minha calça caiu sem querer, olhei para trás e vi o moço olhando para mim, ele viu minha calcinha com o furo bem no local do meu cu, eu subi as calças, ele se aproximou de mim, sentou do meu lado e disse:eu dou 200 reais por esse seu cuzinho gostoso, eu disse não, ele disse: 300, eu olhei pra ele, percebi que eu estava precisando de um dinheirinho e aceitei a sua proposta, fiquei de quatro no ônibus, minha calça abaixou sozinha de tão folgada, ele falou: posso terminar de rasgar sua calcinha? eu olhei pra ela, e pensei: ela já ta rasgada mesmo, Pode! Ele fez o mesmo que o cara do ônibus, mas só que dessa vez foi na buceta, ele enfiou com calcinha e tudo, também rasgou, e depois meteu no meu cu, fiz de tudo para não gemer, mas já estava doendo, pro motorista do ônibus não desconfiar, pois a velhinha não escutava nada, depois ele meteu na minha boca, eu sabia que o nosso combinado era só no cu, mas eu tava gostando, chupei o pau dele todinho, quando o ônibus chegou em minha casa, eu vesti minha calcinha verde furada super encharcada, e falei: cadê o meu dinheiro? ele pegou da carteira três notas de 100 reais e enfiou no buraco do cu da minha calcinha junto com o pau dele, e falou: se sentir falta é so me ligar e enfiou um papel com o numero de na minha xaninha, vesti a calça e fui pra casa.
Quando cheguei em casa só estava meu irmão em casa (meus pais tinham viajado) sentado no sofá , ele tem 25 anos, ele falou: Cecília venha cá, eu falei: não (pois eu tava toda gozada com a calcinha furada e segurando minha calça para não cair) ele falou: venha cá que eu to mandando. Eu teria que obedecer ele pois enquanto meus pais não estavam em casa, ele é quem manda (segundo eles), então eu me aproximei dele e falei: o que foi? ele falou: porque você esta segurando sua calça? ela não é sua. Eu percebi que eu estava lascada, eu disse: ela é minha sim! ele falou: ta bom então. Quando eu me virei pra ir pro meu quarto ele queria fazer uma brincadeira comigo, então ele veio por trás de mim e com suas duas mãos abaixou minha calça, e começou a rir, quando ele viu minha calcinha com dois furos toda encharcada falou: você esta lascada! e começou a rir, eu falei: por favor, por favor, não conte ao papai, ele falou: eu só não conto por duas condições. Eu falei: Ta bom, qualquer coisa menos contar pro papai. Ele falou: primeiro, você tem que deixar eu terminar de rasgar essa calcinha, e segundo, você tem que dar se cu pra mim. Eu falei: Não!!!! (meu cu já estava doendo de tanto pau que entrou ali). então ele disse: ta bom então se você prefere que eu conte pra o papai. Eu tive que dar pra ele, então ele puxou minha calcinha pra cima que rasgou num estante pois já estava furada, eu soltei minhas calças, e ele viu os 300 reais que eu esqueci de tirar do meu cu e falou: você deu pra virar puta agora é irmanzinha? E meteu no meu cu, dessa vez eu gemi mais que o normal, mesmo com camisinha, pois meu cu já tava todo arrombado de tanto pau e dedo que entrou ali.
Nos outros dias não fui para a faculdade pois meu cu já estava muito arrombado, mau conseguia andar, depois de uma semana de repouso para o meu cu, enfim voltei a ir a faculdade, e sempre deixei o cara do ônibus massagear minha bunda, e de vez em quando agente transava.
Eu iria publicar a foto do estado da minha calcinha, mas só que a empregada la de casa jogo no lixo, então eu coloquei as fotos que o cara do ônibus tirou, a calcinha verde que está nessa foto, é a calcinha antes de ser arrombada. Beijos
Cecília
Foto 1 do Conto erotico: Tomei 3 vezes no cu de saia num ônibus

Foto 2 do Conto erotico: Tomei 3 vezes no cu de saia num ônibus

Foto 3 do Conto erotico: Tomei 3 vezes no cu de saia num ônibus

Foto 4 do Conto erotico: Tomei 3 vezes no cu de saia num ônibus

Foto 5 do Conto erotico: Tomei 3 vezes no cu de saia num ônibus
Olá o meu nome é Cecília (OBS:Comentem que eu dou meu MSN!), tenho 19 anos, sou branca, tenho cabelos loiros e lisos, tenho uma bunda grande, seios fartos e pernas grossas. Todo dia que eu ia para a faculdade, pegava o mesmo ônibus, LOTADO, e sempre tinha uns engraçadinhos que se aproveitavam da situação e pegavam na minha bunda de propósito quando o ônibus balançava, e tem outros que quando eu vou de saia ficam filmando minha calcinha.
Até que certo dia, quando eu ia para a faculdade, eu vesti um vestido branco com detalhes pretos que bate nos meu joelhos, quando cheguei no ônibus, procurei lugar para sentar mas não encontrei então fiquei em pé. Depois de alguns minutos, percebi que um tarado filmava minha calcinha branca, eu deixei, pois não tinha nada de mais, até que senti ele pegando na minha bunda por debaixo do vestido, olhei para trás e vi um homem bem gato com o rosto angelical, uns 20 anos todo musculoso, rindo baixinho, eu não fiz nada, ele levantou minha saia , afastou minha calcinha branca e enfiou um dedo no meu cuzinho, eu dei um gritinho de leve, mas não queria fazer escândalo, pois não queria ficar com fama de "Olhem a garota que foi assediada do ônibus", até quem em fim chegou o meu ponto, tirei a mão dele, ajeitei minha calcinha branca e desci do ônibus. Na faculdade fiquei pensando nele, e me deu muito tesão. Na saída da faculdade fui de carona com minha miga (como sempre).
No outro dia, vesti uma saia azul marinho com listra verde, e uma calcinha verde de renda, eu odiava essa calcinha, pois ela se perdia na minha bunda, entrava todinha, eu tinha que ficar tirando ela do meu cu o tempo, e os tarados adoravam ver eu tirando a calcinha do cu, mas era a única que não estava secando no meu banheiro, pois a calcinha branca daquele dia ficou toda molhadinha, vesti e fui para a faculdade.
Quando cheguei no ônibus, avistei ele, ele se aproximou e já foi levantando minha saia e pegando no meu bumbum, eu deixei, pois adorava uma massagem no bumbum , depois ele enfiou a calcinha junto com o dedo dele no meu cu, eu estava quase gozando, e ele continuou até que meu ponto chegou, eu estava com muita vontade de dar pra ele, por isso dei o numero do meu celular pra ele. quando terminou a aula na faculdade, o meu celular tocou, pensei que fosse minha mãe querendo falar alguma coisa pois ela estava viajando com meu pai, quando atendi ouvi uma voz de macho falando: Oi gostosa do ônibus. eu ri e falei oi, ele perguntou se eu queria encontrar ele na casa dele, eu aceitei, mas falei que hoje não daria, só amanhã depois da faculdade, ele disse ta bom. Eu contava os minutos para chegar esse dia.
Quando eu acordei, vesti uma calça jeans e fui pegar o ônibus, entrei no ônibus e avistei ele, ele se aproximou(como sempre) e viu que eu estava de calça, então enfiou a mão dele dentro da minha calça e da minha calcinha verde e enfiou um papel no meu cuzinho junto com 2 dedos e puxou minha calcinha verde pra cima para que o papel não caísse,entrando no meu cu, depois falou no meu ouvido: Não vá se esquecer. Quando eu saí do ônibus fui no banheiro, abaixei minhas calças junto com a calcinha, tirei o papel do meu cu, quando li, percebi que era o endereço da casa dele, fui para a faculdade. Quando acabou a aula pedi pra minha amiga me deixar na "Casa da minha avó" (na casa dele), quando cheguei lá, toquei a campainha, ele abriu a porta, e já foi me agarrando e me beijando, quando agente subia as escadas pro quarto dele, ele arroxava meu bumbum, deitei na cama dele de bruços e ele montou em cima de mim encostando aquele cacete sobre a calça no meu cu, ele abaixou suas calças, na hora de abrir o zíper da minha ele puxou com tanta força que quebrou, nem tirou minha calcinha, enfiou o pau dentro do meu cu junto com a calcinha, até que rasgou, era enorme, tava doendo de mais, tinha uns 25cm, eu gemia muito, e também gozava muito, depois ele meteu na minha buceta, e ficou indo e voltando, enquanto isso ele enfiava quase a mão toda dele no meu cu, para eu parar de gemer, pois eu gritava bem alto, depois ele meteu na minha boca, aí agente parou.
Tomei banho com ele lá, eu tomei no cu de novo, meu cu já estava doendo quando eu ia vestindo minhas roupas, não consegui fechar o zíper, lembrei que ele tinha rasgado, e pensei: e agora? como vou voltar para casa como zíper aberto, perguntei pra ele se ele tinha alguma calça para mim, mas minha cintura é fina, não cabia nem uma, mas vesti a folgada assim mesmo, e fui pegar o ônibus de volta para casa.
Quando cheguei no ônibus era umas 11 horas da noite só havia duas pessoas, uma velhinha e um moço bem bonito também, quando eu me virei para sentar a minha calça caiu sem querer, olhei para trás e vi o moço olhando para mim, ele viu minha calcinha com o furo bem no local do meu cu, eu subi as calças, ele se aproximou de mim, sentou do meu lado e disse:eu dou 200 reais por esse seu cuzinho gostoso, eu disse não, ele disse: 300, eu olhei pra ele, percebi que eu estava precisando de um dinheirinho e aceitei a sua proposta, fiquei de quatro no ônibus, minha calça abaixou sozinha de tão folgada, ele falou: posso terminar de rasgar sua calcinha? eu olhei pra ela, e pensei: ela já ta rasgada mesmo, Pode! Ele fez o mesmo que o cara do ônibus, mas só que dessa vez foi na buceta, ele enfiou com calcinha e tudo, também rasgou, e depois meteu no meu cu, fiz de tudo para não gemer, mas já estava doendo, pro motorista do ônibus não desconfiar, pois a velhinha não escutava nada, depois ele meteu na minha boca, eu sabia que o nosso combinado era só no cu, mas eu tava gostando, chupei o pau dele todinho, quando o ônibus chegou em minha casa, eu vesti minha calcinha verde furada super encharcada, e falei: cadê o meu dinheiro? ele pegou da carteira três notas de 100 reais e enfiou no buraco do cu da minha calcinha junto com o pau dele, e falou: se sentir falta é so me ligar e enfiou um papel com o numero de na minha xaninha, vesti a calça e fui pra casa.
Quando cheguei em casa só estava meu irmão em casa (meus pais tinham viajado) sentado no sofá , ele tem 25 anos, ele falou: Cecília venha cá, eu falei: não (pois eu tava toda gozada com a calcinha furada e segurando minha calça para não cair) ele falou: venha cá que eu to mandando. Eu teria que obedecer ele pois enquanto meus pais não estavam em casa, ele é quem manda (segundo eles), então eu me aproximei dele e falei: o que foi? ele falou: porque você esta segurando sua calça? ela não é sua. Eu percebi que eu estava lascada, eu disse: ela é minha sim! ele falou: ta bom então. Quando eu me virei pra ir pro meu quarto ele queria fazer uma brincadeira comigo, então ele veio por trás de mim e com suas duas mãos abaixou minha calça, e começou a rir, quando ele viu minha calcinha com dois furos toda encharcada falou: você esta lascada! e começou a rir, eu falei: por favor, por favor, não conte ao papai, ele falou: eu só não conto por duas condições. Eu falei: Ta bom, qualquer coisa menos contar pro papai. Ele falou: primeiro, você tem que deixar eu terminar de rasgar essa calcinha, e segundo, você tem que dar se cu pra mim. Eu falei: Não!!!! (meu cu já estava doendo de tanto pau que entrou ali). então ele disse: ta bom então se você prefere que eu conte pra o papai. Eu tive que dar pra ele, então ele puxou minha calcinha pra cima que rasgou num estante pois já estava furada, eu soltei minhas calças, e ele viu os 300 reais que eu esqueci de tirar do meu cu e falou: você deu pra virar puta agora é irmanzinha? E meteu no meu cu, dessa vez eu gemi mais que o normal, mesmo com camisinha, pois meu cu já tava todo arrombado de tanto pau e dedo que entrou ali.
Nos outros dias não fui para a faculdade pois meu cu já estava muito arrombado, mau conseguia andar, depois de uma semana de repouso para o meu cu, enfim voltei a ir a faculdade, e sempre deixei o cara do ônibus massagear minha bunda, e de vez em quando agente transava.
Eu iria publicar a foto do estado da minha calcinha, mas só que a empregada la de casa jogo no lixo, então eu coloquei as fotos que o cara do ônibus tirou, a calcinha verde que está nessa foto, é a calcinha antes de ser arrombada. Beijos
Cecília

Máquina de Ganhar Dinheiro e de Fazer Amigos Sem Sair de Casa

Máquina de Ganhar Dinheiro e de Fazer Amigos Sem Sair de Casa
Para ser um(a) associado de nosso clube é necessário ter ou pedir o cartão de crédito pré-pago internacional super. Com ele você recarrega seu celular por SMS, joga na loteria, paga contas e compras em lojas e na internet, faz saques em caixas eletrônicos. Sem taxa de adesão, sem taxa de recarga, sem comprovar renda e sem consulta de serasa/SPC. CLIQUE AQUI E PEÇA O SEU!

Veja também:

homofobia é crime!